Lavar as mãos é essencial para prevenir as altas taxas de infecção hospitalar

No último dia 5 de maio, foi comemorado o Dia Mundial de Higienização das Mãos. A data foi instituída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e tem como objetivo sensibilizar profissionais e serviços de saúde sobre a importância da prevenção e controle das infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS). Essa é uma das metas estabelecidas no primeiro Desafio Global para a Segurança do Paciente.

Leia mais

Gestantes precisam ter cuidado redobrado com os dentes

A gravidez é um período muito delicado na vida da mulher. Muitos cuidados precisam ser redobrados, facilitando a negligência de fatores que não parecem interferir tanto na gestação, como o atendimento odontológico. Porém, a gravidez causa mudanças hormonais muito grandes que aumentam o risco de a mulher desenvolver doença periodontal e gengiva inflamada. Essas alterações também podem afetar a saúde do bebê em desenvolvimento. Por conta disso, o atendimento odontológico deve ser parte essencial no pré-natal de todas as gestantes. Separamos quatro maneiras simples de garantir que você esteja recebendo o cuidado oral ideal durante a gravidez e também depois dela: – Visite o dentista regularmente Algumas mulheres hesitam em procurar atendimento odontológico durante a gravidez, justamente por acreditar que o tratamento pode prejudicar sua gestação. Porém, não realizar consultas representa um risco muito maior para a saúde. Existem muitos dentistas especialmente treinados para cuidar da saúde bucal de pacientes grávidas, como um atendimento odontológico pré-natal. “É importante ressaltar que a gestante pode realizar tratamentos dentários, desde que o profissional odontólogo converse com o obstetra pré-natalista”, explicou o Dr. Guillermo Pascual Paramo, coordenador do serviço de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital Metropolitano da Lapa. – Cuide de sua saúde bucal…

Leia mais

Conheça quatro produtos químicos consumidos diariamente que podem ser perigosos

A maioria dos alimentos, em sua composição, possuem diversos produtos químicos que possibilitam algumas funções totalmente favoráveis à indústria. Porém, dependendo da forma como são consumidos, eles poderiam ser verdadeiros venenos para o consumidor. De acordo com Josh Bloom, diretor químico e farmacêutico no Conselho Americano de Ciência e Saúde, em Nova York (EUA), existem quatro substâncias ingeridas diariamente que poderiam entrar nessa característica perigosa aos humanos. Porém, como elas são encontradas em quantidades pequenas, acabam não representando um grande risco à saúde. Acroleína De acordo com Carla Mariano, nutricionista responsável pelo SND do Hospital Metropolitano da Lapa, a acroleína está relacionada à gordura, normalmente ao óleo de imersão utilizado para frituras. “Quando fritamos um alimento, seja qual for o óleo, eles irão aquecer até atingir o ‘ponto de fumaça’. Isto acontece quando o óleo já está superaquecido, ou seja, ele já está queimando, perdendo suas qualidades. A partir daí, a acroleína é liberada e torna-se cancerígena”, explicou. Segundo a Dra. Carla, é possível utilizar o óleo de forma a não liberar a substância tóxica. “Para evitar essa liberação, devemos diminuir a temperatura do óleo, mantendo seus benefícios e sua coloração. Também é importante evitar reutilizar o mesmo óleo várias…

Leia mais

10 de maio – Dia Internacional de Atenção à Pessoa com Lúpus

No dia 10 de maio é comemorado o Dia Internacional de Atenção à Pessoa com Lúpus. A doença, chamada tecnicamente de lúpus eritematoso sistêmico (LES), é autoimune e afeta, principalmente, a pele, as articulações, os rins e cérebro. Porém, qualquer outro órgão também pode ser atingido, dependendo da gravidade da doença. Segundo o Dr. Paulo Sérgio de Moraes, coordenador médico do Hospital Metropolitano da Lapa, as doenças autoimunes são relacionadas com a produção de anticorpos que reconhecem tecidos do organismo como estranhos ao organismo. “Isso promove uma agressão a estes tecidos e provoca inflamação”, explicou o especialista. Existem mais de 80 doenças autoimunes conhecidas pelos registros médicos, mas o lúpus é uma das mais importantes e difundidas. A condição se divide em três tipos: lúpus discoide, sistêmico e induzido por drogas. No discoide, apenas a pele é afetada, sendo identificado por meio de lesões vermelhas que aparecem no rosto, na nuca ou no couro cabeludo. O sistêmico ocorre no organismo e acaba comprometendo vários órgãos. Pode acontecer uma evolução do lúpus discoide para o sistêmico, em casos não tratados corretamente. Os sintomas dependem do local inflamado, como rins, coração, pulmões e sangue. Fora isso, também ocorrem lesões cutâneas e problemas…

Leia mais

É essencial durante a gestação

O período de gestação é um dos mais belos na vida da mulher, bem como um dos que causam mais mudanças, tanto emocionais, quanto físicas. Nessa fase, o ganho de peso proporciona um estiramento maior na pele, que mesmo sendo um processo natural, pode preocupar as futuras mamães.

Leia mais